Home Esportes Técnico Wagner Lopes é apresentado no Paraná e se diz otimista com reestruturação do clube

Técnico Wagner Lopes é apresentado no Paraná e se diz otimista com reestruturação do clube

3 min read
0
0
218

O Paraná apresentou oficialmente, na tarde desta quarta-feira (4), na Vila Capanema, o seu novo treinador para a temporada de 2017. O técnico Wagner Lopes participou da apresentação e da coletiva de imprensa ao lado do presidente Leonardo Oliveira e do novo gestor de futebol do clube, Rodrigo Pastana.

O novo treinador destacou a missão de auxiliar na reformulação paranista. “É um prazer muito grande fazer parte dessa reestruturação do clube. Sabemos da nossa responsabilidade. Não é desconhecida por ninguém a necessidade de valorizarmos os garotos da base, dando oportunidade com uma boa preparação e com critérios para termos um time competitivo”, afirmou Wagner Lopes.

Wagner Lopes comentou sobre a necessidade de avaliar reforços de acordo com as necessidades e características da equipe. “O Rodrigo [Pastana] conhece muitos jogadores e eu também. Tenho um banco de dados com quase dois mil atletas de todas as condições. Em cima da biotipia desses jogadores é que a gente montará a plataforma de jogo, de acordo com suas características”, disse. “Através disso conseguiremos fazer um time competitivo, que não deixa espaço entre as linhas, que está bem posicionado, sem correr riscos e tendo um equilíbrio tanto na parte ofensiva como na parte defensiva”, concluiu.

O novo comandante frisou pela cautela e critérios definidos para auxiliar o Paraná no processo de reformulação do clube.“É uma reestruturação. Toda reestruturação precisa de paciência, de discernimentos, bom senso, de critérios bem definidos para que a gente não queime etapas com os garotos. Que possamos dar oportunidade prezando pela formação de um bom atleta, inteligente e que tenha leitura de jogo. Eu estou muito otimista”, destacou.

O Tricolor estreia oficialmente na temporada no próximo dia 25, contra o Avaí, na Vila Capanema, pela Primeira Liga. “Teremos 30 sessões de treinos até a estreia oficial. Temos que fazer de tudo para saber qual o comportamento que a gente espera deles em todos os momentos do jogo”, finalizou.

Com informações da Banda B

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Cleber Pontes
Carregar mais em Esportes